Universidade Federal de Santa Catarina
DINTER
Programa de Doutorado Interinstitucional

periodicos capes

Programme structure

Area of Concentration, Lines of Research and Courses

Area of Concentration

  • Retextualization Processes

Lines of Research

1. Translation Theory, Criticism and History

This line of research studies the various facets of translation. It considers aspects of cultural, historic and ideological particularities using a selection of translation theories and critical approaches, analytical evaluation of translations, and different rationales to trace the historical course of translation.

Translation is shaped by specific cultural, historical and ideological circumstances, therefore it can be investigated using discourses constructed as theoretical frames and to answer the different individual questions that are relative to each corpus under study. In this way the choice of the theoretical-methodological space, informed by the suggested lines of enquiry, should allow different perspectives on translatorial activity.

This line of research also examines corpora of translated texts, checking theoretical procedures underlying translational activity as well as historical contextualisation and development.

2. Lexicography, Translation and Foreign Language Teaching

This line of research studies the various facets of translation related to aspects such as: lexicography, from the point of view of language teaching; the creation of monolingual, bilingual 'bilingualised' dictionaries; the contribution of corpora studies to alternative dictionary production and to translation description; translation practice; study of translational processes (cognitive and textual) in their relation to foreign language learning; technological resources and translation.

Translation, from this perspective, may be investigated using new methodological paradigms which make it possible to refine techniques for the quantitative and qualitative analysis of different corpora and create new more reliable 'objective' research opportunities, taking into consideration their impact on the interface between translation and foreign language teaching.

3. Estudos da interpretação

Courses

(Ocultar bibliografia de todas as disciplinas)
  • History of Translation (PGT 3601)

    Estudo dos textos e autores mais importantes do pensamento sobre a tradução no Ocidente nos seguintes momentos: a Antiguidade Clássica, a difusão do Cristianismo e a tradução da Bíblia, o Renascimento e os primeiros teóricos, o século XVIII, os românticos, teorias dos séculos XX e XXI, com ênfase nos desdobramentos da nova disciplina de Estudos de Tradução.

    Bibliography...

    Bibliography

    BAKER, MONA (ed.). Encyclopedia of Translation Studies. London/New York: Routledge, 2001.

    BALLARD, Michel. De Cicéron à Benjamin - traducteurs, traductions, réflexions. Lille: PUL, 1992.

    BARNSTONE, Willis. The Poetics of Translation. History, Theory, Practice. London: New Haven, 1993.

    BASSNETT, Susan. Estudos de Tradução. Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 2003. Tradução de Vivina Figueiredo.

    Cadernos de Tradução. Florianópolis: PGET, (In http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/traducao)

    COPELAND, Rita. Rhetoric, hermeneutics, and translation in the Middle Ages - academic traditions and vernacular texts. Cambridge: University Press, 1991.

    DELISLE, Jean & WOODSWORTH, Judith. Os Tradutores na História. São Paulo: Editora Ática, 1998. Tradução de Sérgio Bath.

    FAVERI, Claudia Borges de. & TORRES, Marie-Hélène C. Clássicos da Teoria da Tradução. Antologia bilíngue, vol. 2, Francês /Português. Florianópolis: NUPLITT, 2004.

    FURLAN, Mauri. (org.). Clássicos da Teoria da Tradução. Antologia bilíngue, vol. 4, Renascimento. Florianópolis: NUPLITT, 2006.

    GUERINI, Andréia. & ARRIGONI, Maria Teresa Clássicos da Teoria da Tradução. Antologia bilíngue, vol. 3, Italiano/Português. Florianópolis: NUPLITT, 2005.

    HEIDERMANN, Werner. Clássicos da Teoria da Tradução. Antologia bilíngue, vol. 1, Alemão/Português. Florianópolis: NUPLITT, 2010. 2ª. Edição Revisada e Ampliada.

    GARCÍA Yebra, Valentín. Traducción: historia y teoría. Madrid: Gredos, 1994.

    KELLY, Louis Gerard. The True Interpreter. A History of Translation Theory and Practice in The West. New York: St. Martin's, 1979.

    LAFARGA, Francisco & PEGENAUTE, Luis. (eds.). Historia de la Traducción en España. Salamanca: Ed. Ambos Mundos, 2004.

    NORTON, Glyn P. The ideology and language of translation in Renaissance France and their humanist antecedents. Genebra: Droz, 1984.

    NOSS, Philip A. A History of Bible Translation. Roma: Edizioni di storia e letteratura, 2007.

    OSEKI-Dépré, Inês. De Walter Benjamin à nos jours. Paris: Honoré Champion, 2007.

    PYM, Anthony. Method in Translation History. Manchester: St. Jerome, 1998.

    RENER, Frederick M. Interpretatio – language and translation from Cicero to Tytler. Amsterdam/Atlanta: Rodopi, 1989.

    VENUTI, Lawrence. The Translator's Invisibility: A History of Translation. London: Routledge, 1995.

    WYLER, Lia. Línguas, poetas e bacharéis. Uma crônica da tradução no Brasil. Rio de Janeiro: Rocco, 2003.

    Hide

  • Translation Theories (PGT 3602)

    Conceitos fundamentais e abordagens contemporâneas das teorias da tradução. Impacto da teoria na prática da tradução e da prática na teoria. Estudo do tradutor. Cultura e tradução. Análise do Paratexto e da paratradução. Estudo da teoria da tradução no Brasil e no mundo.

    Bibliography...

    Bibliography

    Antologia bilíngue de clássicos da teoria da tradução, vol 1 a 4 (alemão, francês, italiano e renascimento). Florianópolis: NUT-NUPLITT, 2004-2010.

    BASSNETT-McGuire. Translation Studies. London: Taylor & Francis, 2002.

    BAKER, Mona (ed.). Routledge Encyclopedia of Translation Studies. 3. Ed. London: Routledge, 2011.

    BARTRINA, Francesca e MILLÁN, Carmen (Ed.) The Routledge Handbook of Translation Studies. London : Routledge, 2012.

    BERMAN, Antoine. A Prova do Estrangeiro. Cultura e Tradição na Alemanha Romântica. São Paulo: EDUSC, 2002. Tradução de Maria Emília Pereira Chanut.

    ____________. A tradução e a letra ou o albergue longínquo. Tubarão:

    Copiart/Florianópolis: PGET, 2013. Tradução de Marie-Hélène Torres, Mauri Furlan & Andréia Guerini.

    Cadernos de Tradução, (ISSN 2175-7968), Florianópolis, 1996-2012.

    CATFORD, J. C. A linguistic theory of translation. Oxford: Oxford University Press, 1977.

    COSTA, Walter Carlos, GUERINI, Andréia; TORRES, Marie-Hélène (orgs.). Ensaios de Literatura & Tradução - textos selecionados de José Lambert. Rio de Janeiro: 7Letras, 2011.

    GENTZLER, Edwin. Contemporary Translation Theories. 2nd Ed. London & New York: London: Routledge, 2001.

    LEFEVERE, Andre. Tradução, reescrita e manipulação da fama literária. Bauru: Edusc, 2007. Tradução de Claudia Matos Seligmann.

    LEFEBVRE, Benjamin (ed.). Textual Transformations in Children's Literature: Adaptations, Translations, Reconsiderations. London: Routlege, 2012.

    MESCHONNIC, Henri. Poética do traduzir. São Paulo: Perspectiva, 2010. Tradução de Jerusa Pires Ferreira e Suely Fenerich.

    NORD, Christiane. “Training Functional Translators”, in Martha Tennent et al. (ed.): Training Translators for the New Millenium, Amsterdam-Philadelphia: John Benjamins, 2005.

    PYM, Anthony. Exploring Translation Theories. London and New York: London: Routledge, 2010.

    ________. On Translator Ethics: Principles for Mediation Between Cultures. Amsterdam: John Benjamins, 2012.

    TOURY, Gideon. Descriptive Translation Studies and Beyond. Revised Edition. Amsterdam: John Benjamins, 2012.

    VENUTI, Lawrence. Translation Changes Everything: Theory and Practice. London: Routledge, 2012.

    ___________. Translation Studies Reader. 3. Ed. Routledge, 2012.

    Hide

  • Translation Criticism (PGT 3603)

    Estudo e análise de textos traduzidos de vários gêneros, línguas, autores e épocas. Análise das estratégias e soluções de tradução. Ideologia da tradução. Os papéis da sociedade na tradução e da tradução na sociedade. O papel da cultura no tratamento do texto como objeto de estudo e produção da tradução. Tradução como processo e como produto.

    Bibliography...

    Bibliography

    ARROJO, Rosemary. Oficina de Tradução - Teoria na Prática. São Paulo, 1986.

    BAKER, Mona (Ed.). Routledge Encyclopedia of Translation Studies. London/New York: Routledge, 2001.

    BASSNETT, Susan. Estudos da Tradução. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2003. Tradução de Vivina de Campos Figueiredo.

    BERMAN, Antoine. Pour une critique des traductions: John Donne. Paris: Gallimard, 1995.

    BERMAN, Antoine. A tradução e a letra ou o albergue longínquo. Tubarão: Copiart/Florianópolis: PGET, Tradução de Marie-Hélène Torres, Mauri Furlan & Andréia Guerini, 2013.

    BORGES, J. L. “Las versiones homéricas”. In: _____. Obras completas – 1923-1972. Buenos Aires: Emecé, 1974, p. 239-243.

    CAMPOS, Haroldo de. “Da tradução como criação e como crítica”. In: _____. Metalinguagem & outras metas – Ensaios de teoria e crítica literária. São Paulo: Perpectiva, 2004, p. 31-48.

    ECO, Umberto. Quase a mesma coisa. Experiências de tradução. Rio de Janeiro: Record, 2007. Tradução de Eliana Aguiar.

    GARCIA YEBRA, Valentín. En torno a la traducción: teoría, crítica, historia. Madrid: Gredos, 1983.

    MESCHONNIC, Henri. Poética do traduzir. São Paulo: Perspectiva, 2010. Tradução de Jerusa Pires Ferreira e Suely Fenerich.

    OLIVEIRA, Alessandra R. “Equivalência: sinônimo de divergência”. Cadernos de Tradução, n. 19. Florianópolis: UFSC/PGET, 2007, p. 97-114.

    PYM, Anthony. Translation and Text Transfer. An Essay on the Principles of Intercultural Communication. Vienna: Peter Lang, 2010.

    PYM, Anthony. Exploring translation theories. New York: Routledge, 2010.

    SNELL-HORNBY, Mary. Translation Studies. An Integrated. Approach. Amsterdam: John Benjamins Publishing Company, 1988.

    STEINER, George. Depois de Babel: questões de linguagem e tradução. Curitiba: Editora UFPR, 2005. Tradução de Carlos Alberto Faraco.

    TORO, Cristina G. de. “Translation Studies: an overview”. Cadernos de Tradução, n. 20. Florianópolis: UFSC/PGET, 2007, p. 09-42.

    VENUTI, Lawrence. Os Escândalos da tradução: por uma ética da diferença. Bauru, SP: EDUSC, 2002. Tradução de Laureano Pelegrin, Lucinéia Marcelino Villela, Marileide Dias Esqueda e Valéria Biondo.

    VENUTI, Lawrence (ed.). The Translation Studies Reader. London/New York: Routledge, 2000.

    VENUTI, Lawrence. “A invisibilidade do tradutor”. Palavra, n. 3. Rio de Janeiro: Grypho, 1995. Tradução de Carolina Alfaro.

    VENUTI, Lawrence (ed.). Rethinking Translation - Discourse, Subjectivity, Ideology. New York: Routledge, 1995.

    Hide

  • Text, Context and Translation (PGT 3604)

    Apresentar e discutir os paradigmas teóricos sobre o texto e seus reflexos na trajetória da tradução em seus contextos socio-histórico-culturais. Trabalhar a tradução em seus aspectos teóricos e práticos, determinando a função dos elementos textuais no contexto da situação comunicativa – fonte e meta.

    Bibliography...

    Bibliography

    AUBERT, Francis Henrik. A Tradução Cultural e os Recursos Multimídia: um esboço e um experimento. In: The ESPecialist, vol. 20, número 1. p.31-41. São Paulo: Editora da PUC – EDUC, 1999.

    AZENHA JOÃO. Tradução Técnica e Condicionantes Culturais. São Paulo: Humanitas FFCH/USP, 1999.

    BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem.tradução de Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira com a colaboração de Lúcia Teixeira Wisnik e Carlos Henrique d. Chagas Cruz. 7ªed. São Paulo: Hucitec, 1981.

    ––––––. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes. 2003. Tradução de Paulo Bezerra.

    ______ . Para uma filosofia do ato responsável. São Carlos: Pedro & João editores, 2010. Tradução de Valdemir Miotello e Carlos Alberto Faraco.

    BRAIT, Beth. Bakhtin e a natureza constitutivamente dialógica da linguagem. In: –––. (Org.). Bakhtin, dialogismo e construção de sentido. Campinas: UNICAMP, 1997.

    BRANDÃO, Helena H. Nagamine Escrita, Leitura,dialogicidade. In: BRAIT, Beth (Org.). Bakhtin, dialogismo e construção de sentido. Campinas: UNICAMP, 1997.

    DIONISIO, A e BESERRA N. (Orgs) Tecendo Textos, Construindo Experiências, Lucerna, Rio de Janeiro, 2007.

    ECO, Umberto. Quase a mesma coisa. Experiências em tradução. São Paulo: Editora Record, 2007. Tradução de Eliana Aguiar.

    FARACO, Carlos Alberto. Linguagem e diálogo: as idéias lingüísticas do círculo de Bakhtin Curitiba: Criar, 2003.

    FIORIN, José Luiz. A teoria geral dos signos. In: FIORIN, José Luiz (Org.). Introdução à linguística: I. Objetos teóricos. São Paulo: Contexto, 2005.

    KOCH, V. I. Desvendando os segredos do texto, E. Cortez, 2003.

    LOPEZ, Débora Cristina; DITTRICH, Ivo José. A palavra como signo ideológico no discurso jornalístico. Disponível em: . Acesso em: 20 ago. 2010.

    MARCUSCHI, L.A. Produção textual, análise de gêneros e compreensão, São Paulo, Parábula, 2008.

    NORD, Christiane. Textanalyse und Übersetzung. Heidelberg: Julius Groos Verlag, 1988.

    ____________ . Text Analysis in Translation. Amsterdam ; Atlanta: Rodopi, 1991.

    ____________ . Einführung in das funktionale Übersetzen. Am Beispiel von Titeln und Überschriften. Tübingen; Basel: Francke Verlag, 1993.

    ____________ . Translating as a Purposeful Activity. Manchester: St. Jerome Publishing, 1997.

    _____________ . Texto base – texto meta: un modelo funcional de análisis pretraslativo, Castelló de la Plana, Universitat Jaume I, 2012.

    SOARES, R.L. e GOMES, M.R.(orgs). Profissão repórter em diálogo, São Paulo, Alameda Casa Editorial, 2012.

    Hide

  • Literary Translation (PGT 3605)

    A ideologia nos textos traduzidos. O sistema literário mundial. Estudo de uma época, um autor, uma obra, um detalhe literário. Análise de textos literários. Prática de tradução. Estudo do cânone e anti-cânone.

    Bibliography...

    Bibliography

    BACHMANN-MEDICK, Doris. Translational Turn, in: Doris Bachmann-Medick, Cultural Turns. Neuorientierungen in den Kulturwissenschaften. 3rd. ed. Reinbek: Rowohlt, 2009.

    BASSNETT, Susan & TRIVERDI, Harish. Post-Colonial Translation Studies. London/New York: Routledge, 1999.

    CASANOVA, Pascale. A república mundial da letras. São Paulo : Estação Liberdade, 2002. Tradução de Marina Appenzeller.

    CONSTANTINESCU, Mugura? & STEICIUC, Elena-Brandusa (Eds) Identité, diversité et visibilité . Revista Atelier de traduction, n. 11 e 12. , Univers. ?tefan cel Mare, Suceava, 2009.

    DELILLE, Karl H. et al. Problemas de Tradução Literária. Coimbra: Almedina, 1986.

    DE GEEST Dirk, DE GRAEF Ortwin, DELABASTITA Dirk, GELDOF Koen, GHESQUIERE Rita and LAMBERT José (eds.). Under Construction: Links for the Site of Literary Theory: Essays in Honor of Hendrik van Gorp. Leuven: University Leuven, 2000.

    ECO, Umberto. Dire quasi la stessa cosa. Esperienze di traduzione. Milano: Bompiani, 2003.

    EVEN-ZOHAR, Itamar “The Position of Translated Literature within the Literary Polysystem”. In Lawrence Venuti (ed.) The Translation Studies Reader, Londres e Nova Iorque, Routledge, 2000.

    GENETTE,Gérard. Paratextos editoriais. São Paulo: Ateliê Editorial, 2010. Tradução Álvaro Faleiros.

    GENTZLER, Edwin. Teorias contemporâneas da tradução. São Paulo: Madras, 2009. Tradução Marcos Malvezzi.

    HERMANS, Theo. The Manipulation of Literature. Londres/Sidney: Croom Helm, 1985.

    HERMANS, Theo. Translation and Systems: Descriptive and System-Oriented Approaches Explained. Manchester: St Jerome, 1999.

    LAMBERT, José. Literary Translation,Research Updated. Leuven: Acco, 1995.

    LEFEVERE, André. Tradução, reescrita e manipulação da fama literária. Bauru: Edusc, 2007. Tradução de Claudia Matos Seligmann.

    LEVÝ, Jirí. The art of Translation. Amsterdam and Philadelphia: Benjamins, 2011. Translated by Patrick Corness.

    SCHÄFFNER, Cristina, Translation and Norms. Clevedon: Multilingual Matters, 1999.

    SCHNAIDERMAN, Boris. Tradução, ato desmidido. São Paulo: Perspectiva, 2011.

    TYMOCZKO, Maria Descriptive “Post-colonial writing and literary translation". Amsterdam and Philadelphia: Benjamins, 1999.

    Hide

  • Suggested Reading in Translation Studies (PGT 3606)

    Orientação de leituras para elaboração da dissertação; aquisição de um método de análise; quadro teórico; pesquisa bibliográfica.

  • Corpora and Translation Studies (PGT 3607)

    Panorama teórico e metodológico dos Estudos da Tradução em Corpora (ETC). Prática da compilação de corpora eletrônicos. Suporte na geração e análise de dados para pesquisas empíricas nos Estudos da Tradução.

    Bibliography...

    Bibliography

    ATKINS, S., Clear, J., & Ostler, N. Corpus Design Criteria. Literary and Linguistic Computing, 7(1), 1992, 1-16.

    BAKER, M. “Corpora in Translation Studies. An Overview and Suggestions for Future Research”. Target, 7(2), 1995, 223-243.

    BAKER, M. ''Corpus Linguistics and Translation Studies. Implications and Applications'', in: Baker et al., 1993, 233-250.

    BIBER, D. “Representativeness in Corpus Design”. Literary and Linguistic Computing, 8(4), 1993.

    BOWKER, L. Towards a Corpus-based Approach to Terminography. Terminology, 3(1): 27-52, 1996.

    FERNANDES, L. “Corpora in Translation Studies: Revisiting Baker’s Typology”. Revista Fragmentos, vol. 30, 2006, pp. 87-112.

    KENNY, D. Corpora in Translation Studies. In Mona Baker, Routledge Encyclopedia of Translation Studies. London/New York: Routledge, 1998, pp. 50-53.

    KENNY, D. Lexis and Creativity in Translation. A Corpus-based Study. Manchester, UK: St Jerome, 2001.

    LAVIOSA, S. Corpus-based Translation Studies: Theory, Findings, Applications. Amsterdam: Rodopi, 2002.

    MUNDAY, J. A Computer Assisted Approach to the Analysis of Shifts. Meta, 43(4), 1998, pp. 543-556.

    OLOHAN, M. Introducing Corpora in Translation Studies. London/New York: Routledge, 2004.

    PEARSON, J. Terms in Context. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins Publishing Company, 1998.

    SCHÄFFNER, C.. Parallel Texts in Translation. In L. Bowker, M. Cronin, D. Kenny & J. Pearson (Eds.), Unity in Diversity? Current Trends in Translation Studies. Manchester, UK: St. Jerome, 1998.

    SINCLAIR, J. Corpus, Concordance, Collocation. Oxford: Oxford University Press, 1991.

    ZANETTIN, F., Bernardini, S. & Stewart, D. Corpora in Translator Education. Manchester, UK: St. Jerome Publishing, 2003.

    ZANETTIN, F. Parallel Corpora in Translation Studies: Issues in Corpus Design and Analysis. In M. Olohan (Ed.), Intercultural Faultlines. Research Models in Translation Studies I Textual and Cognitive Aspects. Manchester, UK: St Jerome Publishing, 2000.

    Hide

  • Lexicography and Foreign Language Teaching (PGT 3608)

    Análise das relações existentes entre a apropriação dos pressupostos da Lexicografia Teórica e/ou da Metalexicografia e a prática de elaboração e crítica de dicionários, buscando naqueles dois campos do saber, ligados explicitamente à Linguística Aplicada, reflexões epistemológicas que permitam intervir nos processos de elaboração e crítica de dicionários e no avanço da teoria e prática tradutórias.

    Bibliography...

    Bibliography

    BIDERMAN, Maria Tereza Camargo. O léxico, testemunha de uma cultura. In: CONGRESO INTERNACIONAL DE LINGUÍSTICA E FILILOXIA ROMANICAS, 19., 1992, A Coruña. Actas… A Coruña: Fundación Pedro Barrié de la Maza, 1992. p. 397-405.

    ______. Conceito linguístico de palavra. Palavra: revista do Departamento de Letras da PUC-Rio, Rio de Janeiro, Volume Temático I: A Delimitação de Unidades Lexicais, n. 5, p. 81-97, 1999.

    ______. Unidades complexas do léxico. Estudos em Homenagem ao Professor Doutor Mário Vilela, Porto, v. 2, p. 747-757, 2005. Disponível em: Acesso: 30 jul. 2012.

    BIDERMAN, Maria Tereza Camargo. “Os dicionários na contemporaneidade: arquitetura, métodos e técnicas”. Em: ISQUERDO, A N.; KRIEGER, M. G. (orgs.), As ciências do léxico: lexicologia, lexicografia, terminologia. 2ªed. Campo Grande: Ed. UFMS, 2001. p. 131-145.

    DURÃO, Adja Balbino de Amorim Barbieri (Org.) Por uma Lexicografia Bilíngue Pedagógica. Londrina: UEL, 2010.

    _____ (Org.). Vendo o dicionário com outros olhos. Londrina: UEL, 2011.

    DURÃO, Adja Balbino de Amorim Barbieri; SASTRE RUANO, María Ángeles; WERNER, Reinhold. Equivalentes léxicos e informação semântica contrastiva no Dicionário Contrastivo Português-Espanhol (DiCoPoEs). In: DURÃO, Adja Balbino de Amorim Barbieri (Org.). Por uma Lexicografia Bilíngue Pedagógica. Londrina: UEL, 2010. p. 187-201.

    HAENSCH, G. Aspectos prácticos de la elaboración de diccionarios. In: HAENSCH, G.; WOLF; Lothar; ETTINGER, Stefan; WERNER, Reinhold. La lexicografía: de la lingüística teórica a la lexicografía práctica. Madrid: Gredos, 1982. p. 395-534.

    HAUSMANN, F. J. Wöterbuchtypologie. In: HAUSMANN, F. J. et al. (Hrsgn.). Wörterbucher, dictionaries, dictionnaires: Ein internationales Handbuch zur Lexikographie. Berlin: Walter de Gruyter, 1989. p. 328-360.

    ______. “Contrastive Linguistics and Bilingual Lexicography”. Em: F.J. Hausmann et al. (eds.), Wörterbücher, dictionaries, dictionnaires. Ein internationales Handbuch zur Lexikographie, Berlin/New York, Walter de Gruyter, 1991. p. 2854-2859.

    ______. Interlingual Lexicography. Tubingen: Max Niemeyer Verlag, 2007.

    HERBST, Thomas. POPP, Kerstin. The Perfect Learner’s Dictionary. Tübingen: Max Niemerverlag, 1999.

    NUNES, José Horta. Definição lexicográfica e discurso. Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, n. 11, p. 9-30, 2003.

    RUNDELL, Michael. “Dictionary use in production.” International Journal of Lexicography, 12/1. Oxford, 1999. p. 35-53.

    SHCHERBA (S?ERBA), L. V. “Toward a general theory of lexicography”. International Journal of Lexicography, v. 8, n° 4, p. 314-350, 1940-1995.

    SZENDE, Thomas (dir) Dictionnaires Bilingues. Méthodes et contenus. Paris : Editions Slatkine, 2000.

    WELKER, Herbert Andreas. Panorama geral da lexicografia pedagógica. Brasília: Thesaurus, 2008.

    WERNER, Reinhold. La definición lexicográfica. In: HAENSCH, G.; WOLF, Lothar; ETTINGER, Stefan; WERNER, Reinhold. La lexicografía: de la lingüística teórica a la lexicografía práctica. Madrid: Gredos, 1982. p. 259-328.

    XATARA, Cláudia; BEVILACQUA, Cleci Regina; HUMBLÉ, Philippe René Marie, orgs. Dicionários na teoria e na prática. Como e para quem são feitos. São Paulo: Parábola, 2011.

    ZGUSTA, Ladislav. Manual of Lexicography. The Hague / Paris: Mouton, 1971.

    Hide

  • Seminars in Translation Practice (PGT 3609)

    Tradução de textos complexos para o português ou para a língua estrangeira; aplicação de modelos teóricos e de estratégias de tradução.

  • Technical Translation (PGT 3610)

    Conscientização dos problemas teóricos e práticos da tradução técnica, tais como grau de tecnicidade, terminologização, densidade informacional, redundância textual e outros. Conhecimento sobre o desenvolvimento da tradução técnica nos útlimos anos. Conscientização para aspectos importante do uso de diferentes ferramentas e tecnologias na tradução técnica.

    Bibliography...

    Bibliography

    ALVES, Ieda Maria. “A constituição da normalização terminológica no Brasil”. Cadernos de Terminologia n.1.CITRAT-FFLCH/USP. São Paulo: Humanitas, 1996.

    AUBERT, Francis Henrik. “Introdução à metodologia da pesquisa terminológica bilíngüe”. Cadernos de Terminologia n.2.CITRAT-FFLCH/USP. São Paulo: Humanitas, 1996.

    AZENHA, João. Tradução Técnica e Condicionantes Culturais. São Paulo: Humanitas, 1999.

    BARROS, Lídia Almeida. Curso Básico de Terminologia. São Paulo: EDUSP, 2004.

    BYRNE, J. Technical Translation. Usability Strategies for Translating Technical Documentation. Amsterdam: Springer, 2006.

    CABRÉ, M.T. La Terminología: Representación y Comunicación. Elementos para una teoria de base comunicativa y otros artículos. Barcelona: Institut Universitari de Lingüística Aplicada, 1999.

    DUBUC, R. Manual de Terminología. Traducción de Ileana Cabrera. Providencia: RIL Editores, 1999.

    FAULSTICH, E. Base metodológica para pesquisa em socioterminologia. Termo e variação. Brasília: UNB, 1995.

    GARCÍA, Consuelo Gonzalo, YEBRA, Valentín García(eds.) Documentacíon, Terminología y Traduccíon, Madri, Editorial Síntesis, 2000.

    GERZYMISCH-ARBOGAST, H., BUDIN, G. & HOFER, G. (orgs.). LSP Translation Scenarios. MuTra Journal. Thematic Volumes on Multidimensional Translation. Vol. 2., 2008.

    HANN, M. The Key to Technical Translation. Amsterdam: John Benjamins, 1991.

    HOFFMANN, Lothar Vom Fachwort zum Fachtext. Beiträge zur Angewandten Linguistik. Tübingen: Gunter Narr Verlag, 1988.

    HORN-HELF, B. Technisches Übersetzen in Theorie und Praxis. Tübingen: Francke, 1999.

    PORTINHO, W.M. (org.) A Tradução Técnica e seus Problemas. São Paulo: Editora Alamo, 1984.

    SAGER, J.-C. A practical course in terminology processing. Amsterdam: John Benjamins, 1990.

    SCHMITT, P.A. Translation und Technik. Tübingen: Stauffenburg, 1998.

    WÜSTER, Eugen. Introducción a la teoría general de la terminologia y a la lexicografía terminológica. Barcelona: Institut Universitari de Linguìstica Aplicada - Universitat Pompeu Fabra, 1988.

    Hide

  • Technological Resources for Translation (PGT 3611)

    Introdução às principais Tecnologias de Auxílio à Tradução (TATs), tais como Sistemas de Memória de Tradução, Sistemas Tradução Automática e Sistemas de Gerenciamento Terminológico e Corpora Eletrônicos. Discussão das vantagens e desvantagens teóricas e práticas relacionadas a esses recursos tecnológicos.

    Bibliography...

    Bibliography

    AUSTERMÜHL, F. Electronic Tools for Translators. Manchester: St. Jerome Publishing, 2001.

    ABAITUA, J. Is it worth learning translation technology?, 3rd Forum on Translation in Vic. Training Translators and Interpreters: New Directions for the Millenium. May 12-15, 1999. Universitat de Vic, Spain, 1999.

    BAKER, M. “Corpora in Translation Studies. An Overview and Suggestions for Future Research”. Target, 7(2), 1995, 223-243.

    BOWKER, L. Computer-Aided Translation Technology. A practical introduction. Ottawa: University of Ottawa Press, 2002.

    Cadernos de Tradução, Volume 1, No. 09 (2002), disponível em http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/traducao/issue/view/432 e Volume 2, No. 14 (2004), disponível em http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/traducao/issue/view/437

    DUBE, D., BUCCHIANERI, D. & O'NEILL, K. (1999) Case study: document management and localization. Aslib Conference Proceedings: Translating and the Computer 21, 1999.

    HEYN, M. Translation Memories: Insights and Prospects. In L. Bowker, M. Cronin, D. Kenny and J. Pearson (Eds.). Unity in Diversity? Current Trends in Translation Studies. Manchester, UK: St. Jerome Publishing, 1998.

    HUTCHINS, W.J; SOMERS, H.L. An introduction to machine translation. London: Academic Press. 1992.

    LEHRBERGER, J. & BOURBEAU, L. Machine translation: linguistic characteristics of MT systems and general methodology of evaluation (Lingvisticæ Investigationes: Supplementa, Volume 15). Amsterdam: John Benjamins, 1988.

    LOCKWOOD, R. Language and the info consumer: the rise and rise of the infostructure. Language International v.11, no.2 (April 1999), pp. 16-18, 1999.

    MELBY, A. e WARNER, T. C. The Possibility of Language: A Discussion of the Nature of Language with Implications for Human and Machine Translation. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins Publishing Company, 1995.

    NOGUEIRA, D. Tradução por Computador: Programas de Memória de Tradução. In: Tradução e Comunicação. Revista Brasileira de Tradutores, n. 10, São Paulo: Unibero Centro Universitário Ibero-Americano, 2001, pp. 155-165.

    OLOHAN, M. Introducing Corpora in Translation Studies. London/New York: Routledge, 2004.

    WRIGHT, S. E. & LELAND D.W. 'Terminology Management for Technical Translation'. in Sue Ellen Wright & Gerhard Budin, The Handbook of Terminology Management, Vol.1. Ps. 147-159. Amsterdam & Philadelphia: John Benjamins Publishing Company, 1997.

    ZANETTIN, F., BERNARDINI, S. & STEWART, D. Corpora in Translator Education. Manchester, UK: St. Jerome Publishing, 2003.

    Hide

  • Translation and Foreign Language Learning (PGT 3612)

    Estudo das diferentes noções de tradução e de ensino/aprendizagem de LE. O uso da tradução como ferramenta de ensino em sala de aula de línguas. Análise do papel da tradução como meio de reflexão metalinguística e metacultural acerca da relação entre LM e LE.

    Bibliography...

    Bibliography

    ATKINSON, D. The mother tongue in the classroom: a neglected resource? ELT Journal, vol. 41/4 October, 1987, p. 241-7.

    ATKINSON, D. Teaching Monolingual Classes. Essex: Longman Group UK Limited, 1993.

    AUERBACH, E. R. Reexamining English Only in the ESL Classroom. Tesoul Quarterly, Vol. 27, No. 1, Spring 1993, p. 9-30.

    BALBONI, E. P. Le sfide di Babele. Insegnare le lingue nelle società complesse. Torino: Utet, 2002.

    BALBONI, E. P. A tradução no ensino de línguas: história de uma difamação. Revista In-traduções, v. 3 n. 4, 2011, p. 101-120. Disponível em: http://periodicos.incubadora.ufsc.br/index.php/intraducoes/issue/view/399. Tradução de Maria Teresa Arrigoni.

    BOHUNOVSKY, R. O ensino de línguas estrangeiras no Brasil e a “compreensão do estrangeiro”: o papel da tradução. Horizontes de Linguística Aplicada, v. 8, n.2, 2009, p. 170-184. Disponível em: http://seer.bce.unb.br/index.php/horizontesla/issue/view/408/showToc.

    BRANCO, S. O. Teorias da tradução e o ensino de lingual estrangeira. Horizontes de Linguística Aplicada, v. 8, n. 2, 2009, p. 185-199. Disponível em: http://seer.bce.unb.br/index.php/horizontesla/issue/view/408/showToc.

    COOK, G. Use of Translation in Language Teaching. In M. BAKER (ed.). Routledge Encyclopedia of Translation Studies. London-New York: Routledge, 1998, p. 117-120.

    DAJANI, D. J. Using mother tongue to become a better learner. META, vol. 11, no. 2, 2002, p. 65-7.

    DELLER, S.; RINVOLUCRI, M. Using the Mother Tongue. Making the most of the learner´s language. London: Delta Publishing, 2002.

    FAWCETT, P. Linguistic approaches. In M. BAKER (ed.). Routledge Encyclopedia of Translation Studies. London-New York: Routledge, 1998, p. 120-5.

    FERRONI, Roberta. O papel da lingual maternal na sala de lingual. Revista In-traduções, v. 3 n. 5, 2011, p. 49-60. Disponível em: http://periodicos.incubadora.ufsc.br/index.php/intraducoes/issue/view/400.

    GRELLET, F. Vers une pédagogie communicative de la traduction. In: THE BRITISH COUNCIL, GOETHE-INSTITUT, ENS-CREDIF. The Role of Translation in Foreign Language Teaching. Paris: Diffusion Didier Erudition, 1991, p. 85-95.

    HARBORD, J. The use of the mother tongue in the classroom. ELT Journal, Volume 46/4 October, 1992, p. 350-5.

    MALMKJAER, K. Translation and Language Teaching. Language Teaching and Translation. Manchester: St. Jerome, 1998.

    ROMANELLI, Sergio. O uso da tradução no ensino-aprendizagem das línguas estrangeiras. Horizontes de Linguística Aplicada (UnB), v. 8, p. 200-219, 2011. Disponível em: http://seer.bce.unb.br/index.php/horizontesla/issue/view/408/showToc.

    SCHWEERS, C. W Jr. Using L1 in the L2 Classroom. Forum, vol. 37, no. 2, April – June 1999.

    TITFORD, C.; HIEKE, A. E. (eds.) Translation in Foreign Language Teaching and Testing. Tübingen: Narr, 1985.

    WIDDOWSON, H. G. The deep structure of discourse and the use of translation. In The Communication Approach to Language Teaching. Oxford: Oxford University Press, 1979.

    WODE, H. Learning a second language: an integrated view. Tübingen: Narr, 1981.

    Hide

  • Work Experience (PGT 3613)

    Participação do aluno em atividades de ensino na graduação; participação em avaliação parcial de contéudos programáticos; aplicação de métodos ou técnicas pedagógicas.

  • Special Topics (PGT 3614)

    Possibilitar aos docentes locais e visitantes a oferta de tópicos específicos de suas pesquisas individuais e integradas para compartilhar as diferentes perspectivas e metodologias de pesquisa em estudos da tradução.

  • Dissertação (PGT 3615)

  • Artigo validado (PGT 3616)

  • Seminário de Estudos das Línguas de Sinais (PGT 3617)

    Estudo da linguística das línguas de sinais. Análise da aquisição da língua de sinais considerando-se questões neurolingüísticas que são determinadas pelo processamento de uma língua visual-espacial, bem como a sua gênese.

    Bibliography...

    Bibliography

    METZGER, M. Sign language interpreting: deconstructing the myth of neutrality. Gallaudet University Press. 1999.

    METZGER, M.; COLLINS, S.; DIVELY, V. and SHAW, R. From topic boundaries to omission. Gallaudet University Press. 2003.

    NAPIER, J. International perspectives on sign language interpreter education. Gallaudet University Press. 2009.

    NICODEMUS, B. Prosodic markers and utterances boundaries in American Sign Language Interpretation. Gallaudet University Press. 2009.

    QUADROS, R. M. de; FLEETWOOD, E. and METZGER, M. Signed language interpreting in Brazil. Gallaudet University Press. 2012.

    ROY, Cynthia. Innovative practices in sign language interpreters. Gallaudet University Press. 2000.

    ROY, Cynthia. Advances in teaching sign languag interpreters. Gallaudet University Press. 2002.

    ROY, Cynthia. New approaches to interpreter education. Gallaudet University Press. 2006.

    SHAW, Sherry and ROBERSON, Len. Service-learning recentering the Deaf Community in Interpreter Education. American Annals of the Deaf, Volume 154, Number 3, Summer. 2009, pp. 277-283.

    STONE, C. Toward a Deaf Translation Norm. Gallaudet University Press. 2009.

    Hide

  • Validação Disciplina Externa (PGT 3618)

  • Estudos Dirigidos 1 (PGT 3619)

    Estudo individual ou em grupo, sob orientação do professor orientador, de tópicos complementares para a realização da dissertação de mestrado e/ou tese de doutorado.

  • Estágio Docência 2 (PGT 3620)

    Prática de ensino de doutorandos em disciplinas de graduação, a fim de possibilitar ao doutorando uma experiência da prática didática em Estudos da Tradução.

  • Seminário de Pesquisa 1 (PGT 3621)

    Participação do doutorando e/ou mestrando em projetos de núcleos e grupos de pesquisa; seminários dentro de cada linha de pesquisa coordenados pelo professor responsável.

  • Oficina de Tradução 1 (PGT 3622)

    Tradução de textos especializados de diferentes áreas, a fim de que cada participante desenvolva e aprofunde conhecimentos práticos e teóricos na área; análise de traduções.

  • Oficina de Tradução 2 (PGT 3623)

    Tradução de textos literários, com reflexões críticas permitindo que cada participante desenvolva e aprofunde conhecimentos práticos e teóricos na área; análise de traduções.

  • Tese (PGT 3624)


2003-2014, PGET - Pós-Graduação em Estudos da Tradução

For further information contact the site administrator

PortuguêsEnglish